Mulher fica sem roupa após ser barrada na porta de banco

Mulher fica sem roupa após ser barrada na porta de banco

Em nota, agência bancária informou que a cliente foi atendida normalmente após sua recomposição

Uma mulher, que ainda não foi identificada, tirou a roupa após ser barrada na porta-giratória de uma agência bancária em Sorocaba (SP). Segundo uma cliente que estava no local, a mulher, mesmo seminua, ficou presa na porta.

"Ela gritava dizendo que não tinha qualquer metal no corpo e começou a tirar as roupas, até ficar só com as peças intímas. Mas, mesmo sem as roupas, a porta continuava impedindo a entrada dela", comenta a cliente, que preferiu não se identificar.

A testemunha relata que se retirou do banco quando a discussão começou a tomar uma proporção maior e ouviu que a polícia tinha sido chamada ao local.

De acordo com a Polícia Militar, não foi registrada nenhuma ocorrência porque as partes foram orientadas no local e liberadas.

Em nota, a assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal afirmou que, após o episódio, a cliente foi atendida normalmente nas dependências da agência.

"A Caixa Econômica Federal esclarece que utiliza portas automáticas giratórias com detectores de metal em suas agências, de acordo com a Lei 7.102/83, que disciplina o sistema de segurança em estabelecimentos financeiros em todo o território nacional. Esses equipamentos são utilizados pelos bancos para impedir o acesso de pessoas armadas às agências, nunca para criar obstáculos ou constrangimento aos usuários. O objetivo é proteger os clientes da Caixa, seus empregados e patrimônio", conclui a nota.

Clique e curta Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: diariosp