Mulher morre ao ser atingida por hélice de lancha no litoral de SP

Mulher morre ao ser atingida por hélice de lancha no litoral de SP

Piloto que conduzia a lancha estava com os documentos regularizados.

Uma mulher de 41 anos morreu, no fim da tarde deste domingo (26), após saltar para fora de uma lancha e ser atingida pela hélice da embarcação, que não estava totalmente parada. Segundo testemunhas, o acidente aconteceu no canal de Bertioga, no litoral de São Paulo, quando a vítima pulou no mar para se refrescar.

De acordo com informações da polícia, a vítima mergulhou e foi atingida nas costas pela hélice da lancha. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local. No momento do acidente, ela estava acompanhada pelo marido, dois casais de amigos, um marinheiro e um assistente.

A embarcação era conduzida por um dos amigos da vítima, que é piloto e estava com os documentos regularizados. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Wagner Camargo, o condutor não estava embriagado. "Aparentemente foi um acidente. O condutor estava com a situação totalmente regularizada", afirma.

De acordo com informações da Capitania dos Portos de São Paulo, peritos foram enviados ao local para apurar as causas do acidente. Em nota, a Capitania afirma que informações preliminares indicam que após um passeio marítimo, o condutor, com a intenção de fundear a embarcação, desceu a âncora próximo a um restaurante flutuante e, em seguida, acionou a propulsão da embarcação. Ao se aproximar dos passageiros, o piloto notou a ausência da vítima e, minutos depois, observou o corpo boiando. A Capitania instaurou um processo administrativo que apurará as causas determinantes do acidente em até 90 dias.

Fonte: G1