Mulher morre após fazer lipo em SP

Pamela reclamou do atendimento que teria sido dispensado à paciente.

Regiane Aparecida Bauer Lopes, de 27 anos, morreu na manhã deste sábado (31) em uma clínica da Zona Leste de São Paulo após se submeter a uma lipoaspiração. De acordo com uma prima dela, identificada apenas como Pamela, os médicos tentaram reanimar a paciente entre 10h45 e 11h30. A Secretaria da Segurança Pública confirmou a informação e disse que a vítima teve uma parada cardiorrespiratória.

Pamela reclamou do atendimento que teria sido dispensado à paciente. ?A clínica parece um consultório médico. Ninguém sabe dizer nada, não tem UTI e nem aparelhagem?. De acordo com ela, a lipoaspiração seria feita na região da barriga e a família não estava sabendo do procedimento. ?Ela fez escondida, não avisou ninguém?, afirmou a prima da vítima, que teria um filho de 12 anos.

Procurada, a clínica do bairro Jardim Santa Adélia não forneceu qualquer informação sobre o caso. Uma funcionária disse, por telefone, que não estava autorizada a passar qualquer dado e que não havia responsável naquele momento para fazer isso.

Fonte: g1, www.g1.com.br