Mulher morre após realizar aborto em clínica clandestina

Mulher morre após realizar aborto no RJ

Uma mulher de 26 anos morreu após realizar um aborto, em uma clínica clandestina, no Rio de Janeiro. Ela teve complicações e foi levada para um hospital no Méier, zona norte da capital fluminense, onde ficou em coma por uma semana. As informações são da BandNews.

Adriana de Souza Queiroz, 26 anos, trabalhava distribuindo panfletos, estava grávida de quatro meses e, segundo a família, foi incentivada a realizar o aborto pelo namorado, identificado apenas como Clébson. Ele prestou depoimento à polícia, e negou as acusações.

Fonte: Terra, www.terra.com.br