Mulher morre após trabalhar três dias seguidos em uma jornada de trabalho como redatora

Mulher morre após trabalhar três dias seguidos em uma jornada de trabalho como redatora

As informações são do portal "Meio&Mensagem".

Mita Diran, redatora da Y&R da Indonésia, morreu após três dias seguidos em jornada de trabalho. A morte ocorreu após a combinação de excesso de trabalho e consumo abusivo de Kratingdaeng, energético local. As informações são do portal "Meio&Mensagem".

Uma captura de tela da conversa entre o pai de Mita, Yani Syahrial, e um funcionário de sua empresa mostra a confirmação de que a redatora trabalhou alem do limite.

Preocupado com o resultado da jornada, o funcionário divulgou a captura no Facebook e tornou pública a causa da morte da redatora.

Fonte: Yahoo