Mulher que acertou chinelada em Eduardo Cunha mora no aeroporto

Ela conta que não imaginava que ficaria “famosa” na internet

 Eduardo Cunha foi hostilizado no Aeroporto Santos Dumont assim que desembargou. Uma senhora, ao notar a presença do ex-deputado, foi atrás dele e o acertou com um chinelo. A agressão foi filmada e viralizou na internet.

Nesta quinta-feira, a senhora foi localizada no aeroporto. Sem querer se identificar, pediu para ser chamada de Tereza Batista Cansada de Guerra. Ela conta que não imaginava que ficaria “famosa” na internet, e queria apenas expressar sua revolta com a atual situação do país.

Mulher que acertou chinelada em Eduardo Cunha mora no aeroporto
Mulher que acertou chinelada em Eduardo Cunha mora no aeroporto


" Escutei pessoas gritando “ladrão, ladrão” e pensei que fosse um assalto. Fui ver o que era e dei de cara com coisa pio". Tereza afirma ter nascido na Calábria e vindo para o Brasil aos 12 anos. Hoje, aos 56, se apresenta como professora de História aposentada pelo estado. Também graduada em Antropologia, diz não entender como o povo aceita figuras como Cunha.

"Enquanto eles roubam milhões, faltam saúde, educação e respeito. É muita indolência. Tudo é na base do deixa para lá. Mas eu sou carcamana e não aceito. O sangue é quente".

Tereza é moradora de Vassouras, no Sul do estado, está no Rio para cuidar da filha doente. Fica de dia no Inca, onde a filha está internada e dorme no aeroporto por não ter como pagar hotel.



Fonte: Com informações do Extra