Mulher que teve 12 filhos com pai ganha direito a pensão de R$ 1.000

Ela foi a mandante do assassinato dele, mas foi absolvida em 2011.

A agricultora Severina Maria da Silva, de 46 anos, ganhou o direito a uma pensão de R$ 1.000 por mês da prefeitura de Caruaru, em Pernambuco. Ela foi abusada pelo pai dos nove aos 38 anos, com quem teve 12 filhos. Ela foi a mandante do assassinato dele, mas foi absolvida em 2011.


Mulher que teve 12 filhos com pai ganha direito a pensão de R$ 1.000

A Justiça entendeu que a pensão seria uma forma de amenizar o sofrimento que Severina passou por toda a vida. O homem foi morto a facadas, em 2005. Ela alegou que a intenção do pai dela era de estuprar uma de suas filhas-netas, por isso criou coragem para mandar matá-lo.

Edilson Franciso de Amorim e Denisar dos Santos são os acusados de terem participado do crime e já cumprem pena em um presídio de Caruaru, no Estado. A defesa usou o argumento de que o homem coagiu a filha durante décadas e que ela apenas teve um instinto defensivo, por isso cometeu o crime.

A decisão da pensão saiu na última terça-feira (26). Severina tem problemas renais e está impossibilitada de trabalhar.

Fonte: r7