Mulher visita 7 maravilhas do mundo em 13 dias ao descobrir câncer

A produtora Megan Sullivan tomou uma atitude inesperada

A produtora Megan Sullivan tomou uma atitude inesperada após saber havia sido diagnosticada com câncer de pele. Ao invés de se preocupar com tratamentos ou pesquisar alternativas, Megan decidiu passar 13 dias viajando para conhecer as sete novas maravilhas do mundo. Foram 12 países e 15 voos em 13 dias para lhe dar "uma nova visão sobre a vida", conforme escreveu.

"Tudo começou no Yosemite Valley onde eu treinava há três anos para escalar o monte El Capitan. Eu estava a 2 mil metros do chão quando tive uma queda de 15 metros. Depois de tudo isso, comecei a questionar tudo.. Por que estava me colocando nessas situações assustadores até o que me motivava a buscar esses objetivos ambiciosos?… O que eu estava tentando provar para mim mesma, ou ainda melhor, para o mundo? Como se eu estivesse em um filme, uma semana depois eu me envolvi em um acidente e foi diagnosticada com câncer de pele em exames de rotina. Em apenas três semanas eu tive um tripé de azar (…) Após o pior mês de minha vida, eu comecei a repensá-la. Eu cheguei a uma incrível conclusão… Que a única coisa que me impedia de ter tudo o que sempre quis era simples: eu mesma."


A cidade de Itza, no México
A cidade de Itza, no México
O Coliseu, na Itália, e Petra, na Jordânia
O Coliseu, na Itália, e Petra, na Jordânia
Taj Mahal, na Índia, e a Grande Muralha da China
Taj Mahal, na Índia, e a Grande Muralha da China
Machu Picchu, no Peru, e o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro
Machu Picchu, no Peru, e o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro
Fonte: Com informações da UOL