Municípios da Ampar atendem prazo para o elaboração do plano de resíduos sólidos

Municípios da Ampar atendem prazo para o elaboração do plano de resíduos sólidos

Ele afirma que os municípios vinculados à Ampar, já estão à frente no Piauí.

O prefeito de Agricolândia do Piauí, Walter Alencar, durante entrevista ao portal Meio Norte, nesta sexta-feira, 1, afirmou que todas as providências em relação às exigências do Governo Federal para instalação do plano para controle de resíduos sólidos estão sendo tomadas.

?Tanto Agricolândia quanto os 27 municípios da Associação dos Prefeitos do Médio Parnaíba (Ampar) já estão, ou com o seu plano criado ou com o seu plano em fase final. De acordo com o governo federal hoje, o município que não obedecesse teria o lixão fechado?, disse ele.

Ele afirma que os municípios vinculados à Ampar, já estão à frente no Piauí. ?Nós da AMPAR já estamos à frente dos demais municípios, pois estamos com o nosso plano quase concluído.?

Valter Alencar acredita que a medida é apenas um paliativo. ?Embora nós saibamos que esse aterro que o Governo Federal está nos orientando a fazer nada mais é do que um paliativo, até porque ele será fechado e outro terá que ser recriado.?

Os municípios, como entidade, foram a Minas Gerais e Rio de Janeiro para a instalação de uma usina de resíduos na região. ?Nós fomos a Minas Gerais e ao Rio de Janeiro e estamos implantando um usina de resíduos sólidos que está sendo instalada em Água Branca, que, com certeza será modelo para todo o estado.?

O prazo, segundo o prefeito Valter Alencar, foi iniciado há 4 anos e tem como término 31 de julho de 2014. Ele assegura que durante o período o município percebeu a necessidade de melhorar o tratamento dos resíduos. ?A gente não tinha o devido cuidado com os resíduos. De uns tempos para cá a gente tem visto a necessidade de aumentar os cuidados em relação a este assunto.?

Fonte: Denison Duarte