Na posse de Dilma, regente promete tocar Luan Santana e Vitor e Leo

Demora da espera, entre a entrada do Congresso e de Dilma, com músicas conhecidas e da região

Vitor e Leo, Luan Santana, Zezé di Camargo e Luciano e a canção "Um fio de cabelo", de Xitãozinho e Xororó, são os sertanejos que darão o tom na cerimônia de posse da presidenta eleita, Dilma Rousseff. A banda Dragões da Independência vai investir em músicas nacionais. "Vamos tocar esses sucessos porque este é um evento patriótico", explica o regente, tenente Almeida Machado da Costa.

- Quero preencher aquela demora da espera, entre a entrada do Congresso e a dela (Dilma), com músicas conhecidas e da nossa região. O que não significa que vou deixar de tocar Claudinha Leite e Ivete Sangalo. Lula é do Nordeste, ele gosta desse tipo de música - afirmou, para depois acrescentar que, na despedida do presidente, vai tocar a música tema das vitórias de Ayrton Senna.

O repertório sertanejo, conta o regente, servirá para animar os intervalos da cerimônia, antes do início dos rituais oficiais. Seguindo a tradição, as músicas durante a posse não podem mudar.

Enquanto a presidente sobe a rampa, a banda toca a Marcha Presidencial. Enquanto ela recebe a faixa, conta o tenente, será preciso "tocar um refrão forte, vibrante, impactante e curto". E acrescenta: "Tem que ser um acorde como uma clarinada espanhola ou italiana. Estou tocando a coda final da Bandeira, que tem um acorde bem vibrante no final", conta.

Na descida da rampa, será tocada a Marcha da Guarda em Revista.

Na posse da presidente, o Rei não vai faltar. Segundo o regente, "Amor perfeito", de Roberto Carlos, também entrará no repertório. O tenente Almeida admite não saber se o seu "set list" é do agrado da presidenta eleita. "Por enquanto, tenho pouca familiaridade com o gosto musical dela", diz.

Este é o segundo ano do tenente à frente da fanfarra dos Dragões da Independência.

Fonte: Terra, www.terra.com.br