Novas linhas de ônibus começam a operar em setembro na UFPI

Reunião tratou das demandas relacionadas às linhas de ônibus

Com o objetivo de melhorar o trafego de ônibus na capital Teresina para a Universidade Federal do Piauí (UFPI), aconteceu uma reunião com o Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes, e representantes do Diretório Central dos Estudantes da UFPI (DCE/UFPI) e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).

O Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimateia Dantas Lopes, ressaltou a importância da reunião para comunidade acadêmica ao tratar das demandas relacionadas às linhas de ônibus que servem a comunidade universitária. “Tivemos um avanço em relação a um novo itinerário para um a linha, além de demandas apresentadas por estudantes que foram atingidos. Foi uma reunião muito proveitosa e a representante da STRANS se mostrou bastante acessível, sensível procurando atender essas reivindicações”.

Para o Diretor de Pesquisa e Extensão do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Rone da Cruz, a reunião foi bastante positiva para solucionar os grandes e recorrentes problemas que os estudantes enfrentam ao se locomover para a universidade. “A reunião teve um resultado que acredito que vai ajudar os Estudantes que necessitam de transporte coletivo de qualidade para ter acesso à Universidade. Acredito, também, que isso pode contribuir para que nós possamos reduzir os transtornos que toda a comunidade acadêmica enfrenta para chegar na UFPI de ônibus, principalmente do extremo leste da cidade", comenta.

A Diretora de Transportes Públicos da Strans, Cíntia Machado explica que tanto a Strans quanto a Administração Superior e o DCE entraram em consenso. “Conseguimos chegar num consenso, porque a demanda é de uma linha direta para zona leste até a universidade, para acabar esse itinerário negativo (atual), no qual o aluno tem que ir até o centro e ter que voltar. Estamos planejando operar com essa nova linha no começo do próximo semestre”, finalizou. 

Fonte: Com informações do Portal do Governo