Novo remédio contra aids em crianças será testado no Brasil

Os testes serão feitos em seis diferentes centros clínicos, em Minas Gerais, São Paulo e no Rio de Janeiro.

O Instituto Farmanguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), anunciou que vai iniciar no segundo semestre deste ano testes em humanos de um novo medicamento para o tratamento de aids em crianças.

Em um único comprimido, os pesquisadores conseguiram combinar princípios ativos usados no tratamento da doença - Lamivudina, Zidovudina e Nevirapina -, com doses adequadas para crianças. Em vez de três, o paciente tomará apenas um comprimido. Além disso, o antirretroviral tem sabor agradável e pode ser dissolvido em água, facilitando a ingestão por crianças de até 13 anos de idade.

Os testes serão feitos em seis diferentes centros clínicos, em Minas Gerais, São Paulo e no Rio de Janeiro, para avaliar o efeito do remédio no organismo. A previsão é de que o medicamento esteja disponível no mercado dentro de três anos.

O Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe de 16 tipos de antirretrovirais para crianças. No entanto, a maioria das dosagens é para adultos.

De 1980 a 2010, cerca de 14 mil casos de aids em menores de 13 anos foram registrados no Brasil. Aproximadamente 4 mil recebem tratamento. Nessa faixa etária, a transmissão vertical da doença é a mais frequente, de mãe para filho durante a gravidez, parto ou aleitamento.

Fonte: Terra