Crescem nº de casos de dengue e calazar em Teresina

Crescem nº de casos de dengue e calazar em Teresina

O infectologista, Carlos Henrique Nery afirmou que é preciso criar medidas inteligentes para combater as doenças

Já são mais de 13 mil casos de dengue em todo Piauí. Teresina é a cidade com maior número de casos com um aumento de 55% dos casos comparado a essa mesma época em 2011. Assim como a dengue, houve um crescimento nos casos de calazar (leishmaniose visceral) nos cães de Teresina, só em 2012 já são mais de 200 casos em animais e 30 casos em pessoas. Agentes da FMS (Fundação Municipal de Saúde) estão nas ruas coletando sangue dos cães para a realização de exames de sangue.

Em entrevista ao meionorte.com o Presidente da Sociedade Brasileira de Doenças Tropicais, Carlos Henrique Nery afirmou que é preciso criar medidas inteligentes para exterminar os mosquitos transmissores da dengue e do calazar. ?Essas doenças ainda são típicas de países subdesenvolvidos que dever ser eliminadas com a criação de medidas inteligentes é preciso arriscar, criar projetos, executá-los e experimentá-los?, disse o infectologista em relação a uma coleira especial que está sendo usada em alguns cães visando amenizar a picada do mosquito palha.

Outro fator negativo no combate ao calazar é a inconfiabilidade dos resultados dos exames realizados pela FMS. ?Os testes da FMS podem dá positivo, mas quando na verdade o animal não está contaminado?, declarou. Quanto ao combate a dengue o infectologista aconselhou que o cuidado maior deve ser feito dentro de casa, local onde se encontram maiores índices do foco do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue.

Fonte: Waldelúcio Barbosa