Nutricionista alerta para os cuidados com comida durante período da Semana Sant

Com isso, muitos exageram durante os banquetes, pois alguns alimentos contêm grandes quantidades de gordura e sal, ou seja, deve haver precaução na escolha dos pratos

O almoço da Semana Santa não se restringe apenas à sexta-feira (3), o final de semana é também data para reunir a família e celebrar da melhor forma possível.


Com isso, muitos exageram durante os banquetes, pois alguns alimentos contêm grandes quantidades de gordura e sal, ou seja, deve haver precaução na escolha dos pratos.

Embora a maioria dos alimentos saudáveis da Semana Santa faça bem à saúde, como peixes, crustáceos, saladas e tortas, a grande quantidade de creme de leite e queijo nem sempre favorece o valor nutricional dos primeiros.

Por isso, Milarinda Melo, nutricionista da Cooperativa de Nutricionistas do Piauí (Coonutri), acredita que deve prevalecer o cuidado na escolha dos ingredientes.

"Além da consciência em não exagerar em certos alimentos, as pessoas devem atentar aos chocolates, escolhendo o mais amargo, que contém menos açúcar e gordura", explica.

Também faz parte procurar alternativas de alimentos mais baratos. É o que faz a dona de casa Ivanilde Silva, que viu opções de preparo econômicas para o sábado e domingo santos.

"O bacalhau ainda é considerado caro, por isso prefiro comprar sardinha para fazer tortas. Fica muito saboroso quando complementado com ovos e legumes", diz.

Além disso, os teresinenses devem levar em conta critérios sobre a escolha dos peixes; realizar um excelente pré- preparo do alimento, além de atentar para as embalagens e congelamento. "Dessa forma, o cozimento será feito de forma adequada e não terão riscos", afirma a nutricionista.

O reaproveitamento é também bastante utilizado. No entanto, a nutricionista explica que o cuidado será redobrado, pois alguns alimentos não são ideais para o outro dia. "Se tem uma preparação que contém molho, queijo ou leite, aconselho a não deixar para o dia seguinte.

Porém, se a pessoa deseja, ela deve fazer o descongelamento dentro da geladeira na parte inferior, e em seguida aquecer no micro-ondas ou no forno, e sempre ficar atento a qualquer alteração de sabor", diz.

Já os musses, tortas geladas e sorvetes, podem e devem permanecer no ambiente gelado de 2 a 3 dias. Sendo Semana Santa ou não, a nutricionista deseja que os peixes sejam alimentos inseridos na alimentação diária da população brasileira.

"Os preparos não devem ser lembrados somente durante o período, e sim no dia a dia, pelo menos três vezes na semana. A alimentação saudável é enriquecida com Ômega 3, prevenindo patologias e controlando outras", finaliza.

 

Fonte: Pollyana Carvalho e Daniely Viana