Teresina terá 104 milhões para investir na estrutura da capital

Teresina terá 104 milhões para investir na estrutura da capital

Primeiro oito terminais de integração serão construídos em bairros, assim como serão levantadas três estações de transbordo de passageiros no Centro.

A Câmara dos Vereadores de Teresina já autorizou o empréstimo de 73 milhões de reais junto ao Programa de Aceleração do Desenvolvimento ? PAC. Somados esses valores aos recursos oriundos do Governo Federal, e a Prefeitura de Teresina terá 104 milhões de reais para investir na estrutura da capital. O planejamento já foi feito e o trânsito será um dos principais favorecidos com esses recursos.

Primeiro oito terminais de integração serão construídos em bairros, assim como serão levantadas três estações de transbordo de passageiros no Centro. É mais uma etapa do sistema de integração e isso pretende fazer com que os ônibus que saem dos bairros circulem até terminais perto, mas não dentro do centro de Teresina.


O planejamento já foi feito e o trânsito será um dos principais favorecidos com esses recursos.

?Então muda completamente o desenho do transporte público urbano da cidade favorecendo a diminuição do percurso e a agilidade. Porque do Terminal de Transporte no bairro para as estações de transbordo no Centro da cidade - e serão três estações de transbordo ? o projeto prevê que você tenha linhas exclusivas de ônibus. Aumenta a agilidade do serviço e facilita em termos de conforto e de custos para o cidadão?, conforme pontua o Secretário Municipal de Planejamento e Coordenação, Washington Bonfim.

Consta ainda no Projeto a construção de uma ponte que vai passar no final da Avenida Gil Martins e ligará as Zonas Sul e Sudeste de Teresina. A obra está orçada em cerca de 45 milhões de reais.


O planejamento já foi feito e o trânsito será um dos principais favorecidos com esses recursos.

?Isso faz com que a população da região sudeste tenha mais uma alternativa de tráfego para chegar ao centro da cidade?, pontua Washington Bonfim. Outras obras previstas para o final do ano são a criação de mais faixas exclusivas para ônibus e o prolongamento de várias avenidas da capital.

Fonte: Marcilany Rodrigues