OAB realiza conferência para debater a Constituição e efetivação de direitos

O evento acontece no Pavilhão Rio Centro e reunirá mais de 15 mil participantes de todo o país

O presidente nacional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Marcus Vinícius Furtado Coêlho, fará hoje, às 9 horas, a abertura da XXII Conferência Nacional dos Advogados, que acontece no Rio de Janeiro até quinta-feira, dia 23. É o maior evento jurídico da América Latina, com mais de 250 palestrantes, 40 painéis, conferências, eventos especiais, bate-papos culturais, feira jurídica e shows.

O evento acontece no Pavilhão Rio Centro e reunirá mais de 15 mil participantes de todo o país. Segundo Marcus Vinícius, confirmaram presença na solenidade de abertura o vice-presidente da República, Michel Temer, o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. O ministro do STF Luis Roberto Barroso fará a conferência de abertura, com o tema Constituição Democrática e Efetivação dos Direitos.

“Sob o tema principal, os maiores nomes do direito e de outras áreas abrilhantarão o mais importante fórum de debates da advocacia e da sociedade”, disse Marcus Vinícius. Ele explicou que a Conferência Nacional é o órgão consultivo máximo da OAB, entidade que representa mais de 850 mil profissionais em todo o país. Nos quatro dias do evento, serão debatidos temas que guiarão a conduta da OAB pelos próximos anos, assim como pautarão as ações nas quais a Ordem, voz constitucional do cidadão, focará suas atenções para a melhoria das instituições da nação, missão republicana a que se compromete há mais de 80 anos.

“Desde a sua primeira edição, em 1958, a Conferência Nacional dos Advogados tornou-se referência não apenas para a advocacia, mas também para a sociedade civil e as instituições políticas do Estado. Nela, são debatidos temas vitais ao interesse público, com o propósito de buscar rumos objetivos para a superação dos desafios e reafirmar o espaço reservado à advocacia: a luta para a construção de um país mais justo para todos”, disse Marcus Vinícius.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

 

Fonte: Jornal Meio Norte