Obra de luxo é multada após arrancar árvores no Morumbi: R$ 500 mil

Obra de luxo é multada após arrancar árvores no Morumbi: R$ 500 mil

Além dos danos ao meio ambiente, a obra levou transtornos aos vizinhos.

Um empreendimento de luxo no Morumbi, zona oeste de São Paulo, foi multado em R$ 500 mil por arrancar dezenas de árvores sem a autorização da prefeitura.

A construção, que fica na rua Georges Agrícola e pertence a Henrique Constantino, um dos herdeiros da empresa aérea Gol, desmatou uma área de aproximadamente 6.000 m².

Além dos danos ao meio ambiente, a obra levou transtornos aos vizinhos. No ano passado, a artista plástica Eliane Goes, 58, chegou em casa e se deparou com a piscina tomada por lama. O barro que invadiu o sobrado, atingindo também o ateliê dela, veio da obra vizinha.

Eliane sofreu por dois anos com o problema. A casa dela, na rua Desembargador Ulisses Dória, faz divisa com os fundos do terreno.

A lama se acumulou ali e as infiltrações começaram a tomar conta da vizinhança. "O muro da minha casa caiu", disse.

O dono do imóvel arcou com as despesas e reformou a casa dela. "Mas nunca fica a mesma coisa. A casa estava ótima e tivemos que comprar peças não originais."

Segundo a secretaria, a multa foi aplicada em 2010 porque as árvores foram retiradas sem a avaliação da pasta. Na ocasião, a obra foi embargada, mas os donos conseguiram liberá-la com uma liminar na Justiça.

Fonte: Folha