OMS registra mais de 50 mortes por nova gripe em três dias

Os EUA concentram o maior número de casos, com 21.449 pessoas doentes

A Organização MNundial da Saúde (OMS) divulgou nesta segunda-feira (22) um novo boletim sobre os casos da gripe suína no mundo. Segundo a agência da ONU, há hoje 52.160 casos da doença e 231 mortes - 51 a mais do que o último balanço divulgado na sexta-feira (19).

Os EUA concentram o maior número de casos, com 21.449 pessoas doentes. O México é o país com maior número de mortes, 113. A OMS declarou no último dia 11 pandemia da doença, que começou no México e nos EUA.

No Brasil, o Ministério da Saúde confirmou mais 35 novos casos de Influenza A (H1N1) neste sábado. Os novos infectados estão em São Paulo (15), Minas Gerais (4), Rio de Janeiro (4), Rio Grande do Sul (4), Santa Catarina (3), Alagoas (1), Distrito Federal (1), Espírito Santo (1), Mato Grosso (1) e Parná (1). Com os novos casos, o número de pessoas com a nova gripe no Brasil chega a 215.

Hong Kong

Os jogadores de futebol da seleção de Hong Kong tornaram-se a segunda equipe dos Jogos da Juventude da Ásia, em Cingapura, a serem colocados em quarentena, após três integrantes terem contraído o vírus H1N1, informou o ministro da Saúde de Cingapura nesta segunda-feira (22).

O ministro Khaw Boon Wan disse a jornalistas que o time de Hong Kong ficou no hotel e apresentou-se voluntariamente para realizar exames após dois colegas de equipe terem confirmado a contaminação do novo vírus.

Morte na Ásia

Uma mulher de 49 anos que tinha problemas cardíacos e hepáticos morreu após ser contaminada com o vírus da nova gripe, informaram as autoridades de saúde de Manila nesta segunda.

Foi a primeira morte relacionada à doença no continente Ásia, embora ainda não tenha sido contabilizada pela OMS.

Fonte: g1, www.g1.com.br