Onda de frio levou neve e chuva congelada a 200 cidades do Brasil

Onda de frio levou neve e chuva congelada a 200 cidades do Brasil

Quando são somados os relatos de chuva congelada, o estágio anterior à formação dos flocos, o número salta para 200.

A massa de ar polar que se instalou sobre grande parte do Brasil durante a semana provocou uma intensa onda de frio, nevando em mais de 140 cidades da região Sul. Quando são somados os relatos de chuva congelada, o estágio anterior à formação dos flocos, o número salta para 200.

Santa Catarina foi o Estado recordista de neve brasileira, tanto em número de cidades quanto na duração do fenômeno. Entre segunda-feira (22) e quinta-feira (25), nevou em 103 municípios, afetando quase 35% do Estado, segundo os dados compilados pelo Ciram (Centro de Informações e Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina).

Já a chuva congelada atingiu outros 33 municípios catarinenses, ficando concentrados na segunda-feira. É que as condições meteorológicas contribuíram para que o fenômeno "evoluisse" e virasse neve no dia seguinte em 17 cidades. Isso deixou a terça-feira na liderança dos registros de neve: foram 64 pontos no Estado.

Laís Fernandes, meteorologista do Ciram, explica que a queda dos flocos de neve é comum em áreas de latitudes médias e altas, principalmente perto de cadeia de montanhas.

Tanto que não é a primeira vez que isso acontece no Sul: na última década, as áreas altas do planalto Sul catarinense, como o Morro da Igreja, chegou acumular 42 centímetros de neve em 2010 e 2011. Além disso, episódios de neve aconteceram em diferentes momentos em 2000, ressalta o Centro.

Mas como o fenômeno foi visto também nos vales e até em áreas próximas às faixas litorâneas de Santa Catarina, como o Vale do Itajaí e Grande Florianópolis, algo considerado muito raro, a onda de frio deste mês foi considerada "marcante" pelo órgão.

No Paraná, o Instituto Tecnológico Simepar constatou a chegada da neve em 55 localidades. O fenômeno começou na tarde de segunda-feira (22) pelo sul e sudoeste do Estado, avançou à noite pelas cidades do oeste e do centro-sul, encerrando pela manhã de terça-feira (23).

Já a chuva congelada atingiu 23 cidades do Estado, diz o Instituto, como: Assis Chateaubriand, Apucarana, Cascavel, Cambira, Cafelândia, Clevelândia, Faxinal, Foz do Iguaçu, Goioêre, Jesuítas, Maripá, Maringá, Nova Aurora, Ortigueira, Palotina, Pato Branco, Palmital, Quatro Barras, Quarto Centenário, Quedas do Iguaçu, Teixeira Soares, Toledo e Tibagi.

A nevasca no Rio Grande do Sul foi a menor da região. Nos dois primeiros dias da semana, nevou apenas em sete cidades, mostram dados do CemetRS (Centro de Meteorologia do Rio Grande do Sul), que é ligado à Fepagro (Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária). Os registros foram em São Jose dos Ausentes, Cambará do Sul, Lagoa Vermelha e Bom Jesus, na segunda; e também em Caçapava do Sul, São Jose dos Ausentes e Itaára, na terça.

Fonte: UOL