ONG usa filme ‘Procurando Dory’ para divulgar desaparecimentos

4 em cada 10 pessoas que desapareceram em São Paulo

Muita gente ficou ansiosa à espera da estreia de Procurando Dory, novo filme da Disney que está lotando cinemas mundo afora. Aproveitando o tema do longa, foram exibidas mensagens sobre uma espera muito mais angustiante: a das mães de crianças que desapareceram.

Quem criou a ação, em parceria com mais de 20 cinemas do Brasil, foi a ONG Mães da Sé, que já cadastrou mais de 9 mil casos de desaparecimentos de crianças e adolescentes no país. A instituição foi criada por Ivanise Esperidão da Silva, em 1996, depois que sua filha desapareceu a apenas 120 metros de distância de sua casa.

Na mensagem foram mostradas algumas crianças desaparecidas, substituindo o nome de Dory pelos das pessoas que a ONG tenta encontrar. Quem narrou o trailer foi Maíra Góes, a dubladora da protagonista Dory, que também apoia a causa.

Segundo um levantamento, 4 em cada 10 pessoas que desapareceram em São Paulo nos três últimos anos são crianças ou adolescentes. Foram mais de 4 mil. Neste ano, a Mães da Sé completa 20 anos de existência, tendo ajudado a encontrar mais de quatro mil pessoas, entre crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Hypeness