Ônibus cai em viaduto no Rio de Janeiro e deixa mais de 30 pessoas feridas

Motorista de ônibus que caiu de viaduto na Barra está em estado grave Read more: http://oglobo.globo.com/rio/motorista-de-onibus-que-caiu-de-viaduto-na-barra-esta-em-estado-grave-14001078#ixzz3Dx0kAU

Cerca de 30 pessoas ficaram feridas em acidente envolvendo dois ônibus do BRT em mergulhão na Barra da Tijuca, na noite neste sábado. Um dos veículos, pertencente à linha 863 (Barrashopping - Rio das Pedras) seguia pela Avenida Ayrton Senna, com destino ao Terminal Alvorada, quando perdeu o controle e despencou na saída do mergulhão que dá acesso à Avenida das Américas, no sentido Recreio, atingindo o outro ônibus (888-A, Alvorada - Joatinga), que passava na pista de baixo.

O motorista do ônibus que caiu, Élder Deniz de Oliveira, está em estado grave, segundo os bombeiros, com traumas de face e de tórax. O ônibus que despencou tinha pelo menos dois passageiros: Carolaine de Oliveira, de 14 anos, e o padastro. De acordo com Áurea Veras, cunhada de Carolaine, a adolescente bateu a cabeça e feriu o joelho. No momento do acidente, ela esperava pela cunhada no Terminal Alvorada quando, por volta das 19h30m, recebeu uma ligação da jovem.


 

- Ela repetia que o ônibus tinha batido. Me desesperei. Falei com ela há pouco e está muito nervosa ainda. Vai ser difícil fazê-la voltar a usar ônibus - disse Áurea Veras. Passageiros foram encaminhados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, no mesmo bairro. Chovia no momento do acidente, no Mergulhão Billy Blanco, na altura da Cidade das Artes. Por volta de 1h, foi desfeito o bloqueio da pista lateral da Avenida Ayrton Senna, sentido Recreio, após a remoção do ônibus que caiu no mergulhão. Já o sentido Recreio do Mergulhão, também interditado devido à ocorrência, só foi reaberto ao tráfego de veículos às 3h30.  A Polícia Militar e agentes da Cet-Rio estiveram no local.

Em nota, o Consórcio BRT informou que vai colaborar com as investigações e vai aguardar a conclusão da perícia sobre as causas do acidente. As empresas operadoras prestarão assistência às vítimas, segundo a mensagem. Os motoristas chegaram a enfrentar retenções na região logo após o acidente, mas, por volta das 22h30m, o trânsito já apresentava menor fluxo de veículos.

Na Avenida das Américas, o tráfego estava intenso na alça de acesso para avenida Ayrton Senna, sentido Linha Amarela. Quem usava Avenida Ayrton Senna, sentido Recreio, tinha a opção de pegar a Avenida Embaixador Abelardo Bueno. O tráfego fluía bem na Avenida Lúcio Costa, nos dois sentidos, e o mesmo acontecia nas avenidas Armando Lombardi, Aberlardo Bueno e Salvador Allende.

Curta o Portal Meio Norte nas redes sociais

 

Fonte: O Globo