Operação Dia das Mães: Imepi vai fiscalizar lojas voltadas para as mulheres

Operação Dia das Mães: Imepi vai fiscalizar lojas voltadas para as mulheres

A Operação Dia das Mães, do Instituto de Metrologia do Piauí (IMEPI), vai se concentrar em produtos voltados para o público feminino

Com a proximidade do Dia das Mães, o movimento do comércio se intensifica consideravelmente. Em razão disso, desde a semana passada, o Instituto de Metrologia do Piauí (Imepi) está nas ruas com a Operação Dia das Mães. O início da operação se deu com a coleta de vários tipos

de cosméticos no comércio de Teresina, realizada pelo setor de pré-medidos. Já nesta segunda-feira, dia 06, a operação teve prosseguimento com a fiscalização de produtos têxteis, com foco em moda feminina. Basicamente, a fiscalização é feita analisando as verificações nas etiquetas afixadas na parte interna de cada peça.

Os técnicos do setor da Qualidade estão observando se elas atendem e trazem as informações exigidas pelo Inmetro, como: nome ou razão social ou marca registrada; CNPJ ou CPF; país de origem; composição têxtil; instruções para conservação e indicação de tamanho ou dimensão.

De acordo com Aquiles Neto, fiscal do setor de Qualidade do Imepi/Inmetro, a fiscalização nas lojas iniciou hoje em Teresina e no restante dos Estados do país e segue até a próxima sexta-feira (10). A operação requer a fiscalização de três lojas diariamente, mas muitas, por conta da dimensão, levam uma manhã. A meta do Imepi é fiscalizar de 15 a 20 lojas até o final da semana.

?Essa fiscalização é uma questão de saúde pública, por isso que o Inmetro exige que os fabricantes coloquem as informações necessárias

nas peças. Algumas apresentam na etiqueta a informação de que são 100% algodão, mas muitas vezes apresentam alguns fios dourados e prateados ou outros artigos, o que significa que a informação não está correta.

Em casos como esse, recolhemos o produto e enviamos para a análise, que é feita no Paraná?, explica o fiscal ao ressaltar que é enviada também uma amostra para o fabricante e uma terceira fica no Instituto.

Aos consumidores, Aquiles Neto recomenda que observem as informações nas etiquetas ao comprar roupas. ?É importante observar

todas as informações na hora da compra de uma peça (como tamanho e país de origem, por exemplo). Isso porque algumas pessoas têm alergias a determinadas fibras têxteis e, caso não saibam a composição da peça

que estão levando para casa, podem ter problemas de saúde?, frisa.

Na quinta-feira da semana passada, o Imepi fiscalizou produtos de lojas de cosméticos da cidade. Sabonete em barra e gel, máscara capilar, esfoliante corporal, talco desodorante,creme hidratante, máscara

hidratante e tintura para cabelo, além de adornos para cabelos (grampos). Todos estes itens foram analisados no aspecto quantitativo

pelos técnicos do Imepi.

Fonte: Jornal Meio Norte