Órgãos se unem para garantir segurança às meninas de Castelo

Quanto ao tráfico e uso de drogas operações serão feitas.

Preocupados com a situação das meninas vítimas de violência em Castelo e com a segurança do município, o secretário de Governo Merlong Solano, recebeu, nesta sexta-feira (19), o secretário da Segurança, Fábio Abreu; o comandante da Polícia Militar, coronel Carlos Augusto; a superintendente de Relações Institucionais e Sociais, Núbia Lopes; a coordenadora Estadual de Políticas para as Mulheres, Haldaci Regina, e assistentes sociais da Secretaria da Assistência Social e Cidadania (Sasc) para discutir ações de apoio às vítimas e segurança para a região onde ocorreu o crime.  

Segundo o secretário da Segurança, a cidade precisa nesse momento voltar a rotina normal. “Infelizmente o clima ainda é de pânico. Estamos deslocando um delegado para município. Além do policiamento local, também enviamos policiais do Rone para garantir segurança aos moradores. Quanto ao tráfico e uso de drogas, algumas operações também deverão ser feitas” , destacou Fábio Abreu.

Image title

O Governo deve manter, por tempo indeterminado, apoio financeiro, médico e psicológico às meninas que sobreviveram ao crime. Uma equipe de assistentes sociais da Sasc foi criada para acompanhar as famílias de perto.

"Estamos unindo esforços para que as vítimas de Castelo não fiquem sem amparo. Da mesma forma, nos preocupamos com o clima de tensão que foi instaurado na cidade de Castelo. Devemos direcionar ações para que as famílias possam continuar normalmente suas vidas sem o sentimento de insegurança", afirmou o secretário de Governo.

Merlong Solano destacou ainda que a preocupação também se estende a outros municípios que passam por problemas semelhantes. "Queremos atender, dentro das possibilidades, todos os outros municípios que porventura estejam numa situação crítica no que se refere a violência contra a mulher, menores em situação de risco e segurança”, completa.


Fonte: Portal do Governo