Os males que o cigarro causa a pele

A pele é um dos órgãos mais atingido pelos efeitos nocivos do tabaco

O tabaco afeta a saúde de diferentes maneiras, mas estudos mostram que a pele é o órgão mais atingido. O tabaco acentua as rugas (principalmente ao redor da boca e dos olhos), piora o aspecto das olheiras devido à má circulação do sangue nesta área, a pele se torna mais ressecada e sem brilho. Outras consequências são a flacidez da pele, a celulite e a mais grave de todas o câncer de pele (há mais de cem substâncias cancerígenas na fumaça do cigarro), além do surgimento de vasos sanguíneos na pele.

O cigarro causa alterações nos vasos sanguíneos, mecanismo denominado vasoconstrição, que é a falta de oxigenação dos tecidos (hipóxia cutânea). Um único cigarro causa essa falta de oxigenação por 90 minutos na pele. Há diminuição da produção das fibras que dão sustentabilidade e firmeza à pele - colágeno e elastina. Ocorre também, aumento da atividade das enzimas que unem as células do nosso corpo, o que favorece o mecanismo de degradação das fibras citadas anteriormente.

Fonte: Assessoria