Oscilações de energia prejudicam moradores da zona sudeste de THE

Moradores e comerciantes do Dirceu alegam que, nesse período, quase todos os dias falta energia em algum momento do dia

Constantes problemas com energia elétrica vêm importunando toda a capital. As reclamações na região Sudeste, bairros Dirceu e Itararé, vem-se intensificado nos últimos dois meses. Moradores e comerciantes alegam que, nesse período, quase todos os dias, falta energia em algum momento do dia.

Eles informam que algumas vezes ficam sem eletricidade por apenas cerca de 20 minutos, porém há momentos que a ausência se prolonga por mais de 4 horas.

Na manhã de ontem, por exemplo, Roque Adelino conta que no frigorífico na Avenida José Francisco de Almeida Neto, conhecida como "Principal", ficou sem eletricidade entre 11:00 e 11:30 da manhã.

"Nunca perdemos carne, mas clientes, porque não dá pra cortar as peças (de carne) nas máquinas desligadas", relata. Ele acrescenta que quando a energia volta, ainda apresenta problema de oscilações, o que os obriga às vezes desligar os freezers.

Problemas com freezer já acometeram uma padaria localizada na mesma avenida. A substituta do gerente, Antônia Cardoso de Brito, conta que já foram para o conserto três freezers devido a problemas de oscilações na rede. Ela explica, que além disso, existe o atraso na produção de pães e bolos, que dependem de fornos elétricos, batedeiras e outras máquinas.

Ela também afirma que os clientes se irritam muito com a situação. "Tem muita reclamação dos clientes porque quando falta energia para e esquenta tudo. Ninguém nem entra porque o calor é enorme", diz. Segundo ela, a falta de energia acontece quase sempre nos domingos pela manhã, das 08:00 horas ao meio-dia a região fica sem eletricidade.

O presidente da Associação de Moradores do Itararé, Raimundo Mendes da Costa, avalia que este problema afeta principalmente os comerciantes. "Essa questão tem gerado muitos problemas para os comerciantes. Gente que lida com produtos que depende de energia constata. E o pessoal tem tido dificuldades. As quedas são constantes.

Colocaram até uma miniestação no Renascença, mas não serviu muito não", declara.

De acordo com a Eletrobras, uma das possíveis causas deste problema são as obras de melhoramento realizadas pela distribuidora na região, nas proximidades do bairro Renascença.

Segundo a empresa, com a construção dos alimentadores na rede há necessidade de desligamento programado, que geralmente são agendados para o domingo de manhã. Outra possível justificativa apresentada é o abalroamento de postes que aconteceram na região.

Fonte: Vicente de Paula