Ouvidorias são canais de diálogo com usuários do SUS

Usuários do sistema de saúde contam com ferramentas para dar opiniões

Os usuários do sistema de saúde do município de Teresina contam com duas ferramentas para dar opiniões e sugestões para melhorar o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, hospitais e postos administrados pela Prefeitura de Teresina. Trata-se da Ouvidoria da Fundação Municipal de Saúde e da Ouvidoria do SUS.

A Ouvidoria da FMS funciona desde setembro do ano passado, de segunda a sexta-feira, de 8h às 20h. Já a Ouvidoria do SUS funciona também de segunda a sexta-feira, mas em horário diferenciado, de 7h30 às 13h30.

Podem utilizar a ouvidorias todos os usuários do Sistema Único de Saúde que desejem opinar, fazer críticas, elogios, sugestões e pontos negativos do atendimento e serviços disponibilizados pelo município à população.

Os sistemas das Ouvidorias permitem a emissão de relatórios para que o problema apontado pela população seja resolvido de maneira satisfatória.

?O cidadão faz a reclamação e pensa que foi apenas um desabafo, mas a ouvidoria dá um retorno, sempre buscando resolver os problemas apontados. É uma via de mão dupla: o cidadão nos ajuda a melhorar e nós o ajudamos com suas reclamações?, explicou o ouvidor do SUS João Rodrigues Moraes.

A Ouvidoria é um instrumento de humanização do SUS e de aproximação entre gestores e a população. Para que o usuário do sistema de saúde entre em contato com as ouvidorias basta ligar para os telefones 0800-2862-666/ 3223-2188/ 3223-2132 (Ouvidoria SUS) ou 0800 086 8600 (Ouvidoria da FMS).

Por meio do Sistema de Ouvidoria, a população pode fazer denúncias, reclamações, sugestões e comentários sobre o funcionamento de qualquer unidade de saúde do município e também da Vigilância Sanitária, Zoonose e regionais de saúde.

O sistema é interligado às chamadas sub-redes, que envolvem as Coordenadorias Regionais de Saúde Leste-Sudeste, Sul e Centro-Norte (que têm sob seu comando centros de saúde e hospitais), além do HUT, Gerência de Vigilância Sanitária (GEVISA) e Gerência de Planejamento.

Fonte: Semcom