Cantor que perdeu material em fogo tem prejuízo de R$ 500 mil

Cantor que perdeu material em fogo tem prejuízo de R$ 500 mil

Queixa foi registrada na delegacia. Prejuízo estimado é de R$ 500 mil

O produtor e o contratante do cantor romântico Pablo registraram, na manhã deste domingo (10), queixa na polícia sobre o ataque dos fãs, que queimaram caminhão com equipamentos musicais, na cidade de Una, sul da Bahia. Na ocasião, ocorrida por volta das 5h do sábado (9), o público que compareceu ao show, revoltado com atraso do artista, danificou equipamentos de som, iluminação e técnico; destruiu uma tela de led e saqueou gelo e cerveja. A produção estima prejuízo de R$ 500 mil.

"Hoje vamos começar uma campanha para as bandas não irem mais tocar em Una, porque isso virou praxe, já aconteceu com outras bandas. Pablo ficou chateado. Tivemos a sorte de interceptá-lo na entrada da cidade, preservando a integridade física dele e dos músicos", afirma o produtor Marcelo Trota. Pablo é um cantor popular, especializado no ritmo "arrocha", típico da região nordeste.

A Polícia Civil, em Ilhéus, vai expedir guia para que o Departamento de Polícia Técnica (DPT) realize a análise pericial do caminhão e dos bens que foram danificados. O caso será encaminhado para a delegacia de Una, onde será instalado inquérito para apuração.

Pablo manteve shows nas cidades de Ubaíra e Amargosa, que ocorreram na noite de sábado (9), mesmo dia em que ocorreu o ato. A produção do artista afirma que os eventos foram possíveis por conta de equipamentos reservas.

Atraso

Moradores informaram que "perderam a paciência", depois de diversos avisos de que Pablo estaria chegando. Um caminhão com equipamentos do show foi queimado por parte do público presente que, segundo a Polícia Militar, estava "muito nervoso". A produção do show aponta que cervejas e gelo foram saqueados, um telão de led foi quebrado, além da perda dos equipamentos técnicos que estavam dentro do caminhão queimado.

Em relação à espera dos fãs, a produção justificou que um show anterior, em Ilhéus, começou com cerca de uma hora de atraso, por conta de um congestionamento na rodovia. Por isso, teria feito uma apresentação mais curta para chegar a tempo em Una, distante 55 km.

Fonte: G1