Paciente com câncer pede ajuda para continuar tratamento

Quem quiser ajudar com alimentação, fraudas ou em quantia em dinheiro, basta ligar para o número 9486-7497.

Enfrentar um problema de saúde já é difícil, mas o problema se agrava ainda mais quando existe dificuldades financeiras. É o caso de Maria do Socorro Santiago, que sofre com câncer na pélvis e no estômago. Com o marido desempregado e dois filhos pequenos para sustentar, ela encontra dificuldades para manter o tratamento de saúde e apela para a solidariedade dos piauienses.

Ela descobriu a doença quando estava grávida do seu segundo filho, o pequeno Bruno, de apenas 11 meses. Na época, a família morava em Manaus, mas retornaram ao Piauí para inciar o tratamento conta a doença. Por conta disso, o esposo, José Valter teve que pedir demissão do emprego.

Maria do Socorro está internada em um hospital de referência no tratamento de câncer em Teresina e deve receber alta médica essa semana. O tratamento requer, além de medicamentos, uma alimentação específica e fraudas descartáveis, uma vez que a doença causa incontinência urinária e fecal.

O único leite que ela pode tomar, o Sonan, custa em média R$ 20,00, é suficiente apenas para duas alimentações. O médico recomendou o alimento nos próximos três meses de tratamento, o que vai custar à família um desembolso em mais de R$ 1.800 só de alimentação. ?Como estamos desempregado, não vamos poder arcar com essa despesas ?,diz José Valter.

Para a família qualquer ajuda é bem vinda. José Valter, que tem experiência como soldador e eletricista de alta e baixa tensão oferecer seus serviços. Quem quiser ajudar com alimentação, fraudas ou em quantia em dinheiro, basta ligar para o número 9486-7497. ?Queremos que as pessoas nos ajudem à superar esse problema?.

Fonte: Carolina Durães, Jornal Meio Norte