Pai bêbado dá socos, morde orelha e tenta matar a própria filha

Homem assumiu ter ingerido bebidas alcoólicas e agressões contra a jovem.

Um homem acusado de agredir a própria filha até que ela perdesse a consciência foi condenado a três meses de prisão. A decisão foi tomada pelo 1º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Brasília, no TJDF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios) na tarde desta quinta-feira (12).

A jovem contou que o pai estava bêbado quando começou com as agressões. Além de ter dado tapas, socos e mordido a orelha da filha, o homem ainda pegou uma faca e disse que iria matá-la. Uma tia da moça chegou ao local e conseguiu evitar mais confusão.

No entanto, pelo entendimento dos desembargadores, o homem perdeu a cabeça e não agiu dentro dos limites para fazer uma possível correção no comportamento da filha e decidiram pela condenação.

A decisão foi unânime e não existe possibilidade de redução da pena, porque três meses é o tempo mínimo exigido por lei.

Fonte: r7