Pais discutem com vizinha e filho é ferido por vergalhão na cabeça

Cerca de três centímetros do ferro entrou na cabeça da criança de 5 anos

Um menino, de cinco anos, foi atingido na cabeça por um pedaço de vergalhão de construção, na noite desta terça-feira (2), em Cariacica na Grande Vitória. De acordo com a mãe da criança, ela e o pai bebiam com uma vizinha na frente da casa deles, quando os três começaram a discutir e se agredir. Segundo a mãe, a mulher foi embora e arremessou o pedaço de ferro no pai, mas o vergalhão entrou cerca de três centímetros na cabeça do menino. A criança foi socorrida e passou por uma cirurgia. A suspeita foi detida e vai responder por tentativa de homicídio por motivo fútil e erro de execução.


Pais discutem com vizinha e filho é ferido por vergalhão na cabeça

A confusão aconteceu no bairro Castelo Branco. A dona de casa Samara Almeida é mãe do menino Hericles Almeida, atingido pelo vergalhão, e estava desesperada em frente ao hospital Infantil de Vitória onde o filho ficou internado. ?Ele está em estado gravíssimo, eu não sei o que pode acontecer. Meu filho teve traumatismo craniano grave. Ele fez uma tomografia e o médico não disse mais nada, só sabe que o estado dele é grave e pediu para a gente entregar nas mãos de Deus para ver o que vai acontecer?, contou Samara.

A mãe de Hericles contou que ela e o marido estavam bebendo quando começaram a brigar. Segundo Samara Almeida, a vizinha foi embora, mas fez ameaças. ?Ela subiu e disse que ia pegar uma faca para matar o meu marido. Aí pegamos os nossos filhos, eu peguei a minha neném e meu marido deu a mão para o meu filho e saiu andando. De repente, ela pegou um pedaço de vergalhão de construção e tacou do alto da laje da casa dela. Eu só vi meu filho todo ensanguentado?, explicou a mãe do menino atingido.

O pedaço de vergalhão tem aproximadamente 40 centímetros e foi arremessado do terceiro andar. O instrumento que atingiu a criança e a suspeita, uma auxiliar de serviços gerais de 36 anos, foram levados para o Departamento de Polícia Judiciária de Cariacica. O delegado Leandro Piquet disse que a mulher foi autuada por tentativa de homicídio por motivo fútil e erro de execução. ?A tentativa dela foi para atingir o pai do menino. A partir do momento que ela toma essa postura, essa conduta de tentar atingir a pessoa, ela assume esse risco?, disse Piquet.

Fonte: G1