Pais procuram jovens que fugiram após marcar encontro na internet

Pais procuram jovens que fugiram após marcar encontro na internet

Meninas foram vistas por frentista entrando em caminhão em Uberlândia.

O Facebook de duas adolescentes de Uberlândia, de 14 e 15 anos, está sendo monitorado pelos pais após elas terem combinado pela internet uma fuga e sumido de casa nesta quarta-feira (20). Através da rede social elas chegaram a colocar uma lista com o que era necessário levar. Os pais das adolescentes contaram que ficaram sabendo da fuga por meio de uma ligação da escola informando que elas não foram à aula. Um Boletim de Ocorrência foi feito e, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Militar, uma das garotas chegou a ligar para os pais pedindo um tempo antes de voltar para casa.

A mãe de uma delas, que não quis ser identificada, disse por telefone que as jovens se encontraram por volta das 12h35 em uma praça da cidade e que depois sumiram. Para a reportagem, ela também contou que ainda ontem elas foram vistas por um frentista de um posto de combustíveis enquanto entravam em um caminhão na beira da rodovia. Em seguida, o frentista reconheceu as meninas entrou em contato com a família. "Começamos a postar fotos e mensagens no Facebook delas e, foi através das mensagens, que o frentista amigo do irmão de uma das meninas afirmou que as viu", explicou.

A mãe ainda relatou que as únicas informações que tiveram foi que o caminhão em que elas entraram era branco, tinha baú e estava seguindo sentido Uberaba. Só depois destas informações é que ela chamou a polícia e fez um boletim de ocorrência. Em seguida, ela e os outros pais foram para Uberaba na tentativa de encontra-las. No entanto, não houve sucesso.

Só nesta quinta-feira (21) ocorreu o primeiro contato. A mãe contou que viram uma mensagem na internet e que as adolescentes alegaram que não irão voltar para casa e que estava tudo bem. "Elas também não disseram onde estavam", afirmou.

A mulher também ressaltou que não havia motivos para que elas fugissem. ?Não brigamos, estava tudo bem e uns brincando com os outros. Até montamos a árvore de Natal. Não estou entendendo por quê minha filha fugiu?, relatou.

Já o pai da outra adolescente, que também não quis ter a identidade divulgada, disse que suspeita que as meninas estejam acompanhadas de alguém. ?Ela nunca saiu assim, só saía com a família e nem dinheiro elas tinham. Não havia motivo para fugir?, concluiu.

Fonte: G1