Papa cai, opera pulso e já deixa hospital na Itália

O papa, de 82 anos, havia escorregado no banheiro na noite de quinta-feira e quebrou o pulso direito.

O Papa Bento XVI deixou nesta sexta-feira (17) o hospital Umberto Parini, na cidade italiana de Aosta, depois de operar o punho direito. O pontífice saiu com a mão direita engessada e acenou para os jornalistas. A operação foi um sucesso, segundo o Vaticano.

O papa, de 82 anos, havia escorregado no banheiro na noite de quinta-feira e quebrou o pulso direito.

Uma radiografia revelou a fratura, e ele foi operado por volta das 12h locais. A operação ocorreu com anestesia local, e não geral, como havia sido informado a princípio.

A cirurgia foi feita pelos médicos Manuel Mancini, chefe de traumatologia do hospital, e Enrico Visetti, chefe de reanimação desse centro.

Segundo as fontes oficiais do hospital, durante a cirurgia, foram colocados dois pinos no pulso e os ossos foram submetidos a tração.

Em comunicado, o Vaticano disse que antes de ser levado ao hospital o papa "celebrou uma missa e tomou café da manhã".

Fonte: g1, www.g1.com.br