Papa Francisco pede para almoçar com presos gays, transsexuais e portadores de HIV

Nas palavras dele, a execução é “inadmissível, independentemente de quão grave for o crime”, segundo a Time.

O Papa Francisco pediu para almoçar neste sábado (21) com 90 prisioneiros de uma cadeia próxima a Nápoles, na Itália, entre eles gays, transsexuais e portadores de HIV. O encontro não estava no cronograma, segundo reportou o canal Tv2000, operado por bispos italianos.

Não é a primeira vez que o papa faz esse tipo de pedido. Após ser escolhido como papa, o argentino lavou os pés de muçulmanos e mulheres encarceirados. Nesta semana, o pontífice reiterou o posicionamento da Igreja Católica contra a pena de morte. Nas palavras dele, a execução é “inadmissível, independentemente de quão grave for o crime”, segundo a Time.

Fonte: iBahia