Papa Francisco segue para Aparecida nesta quarta e fiéis já aguardam na Basílica sob forte chuva

Papa Francisco segue para Aparecida nesta quarta e fiéis já aguardam na Basílica sob forte chuva

Ele volta à tarde para uma visita a um hospital na Tijuca, na Zona Norte.

O Papa Francisco segue Basílica de Nossa Senhora em Aparecida nesta quarta-feira (24). Ele deixou a Residência Assunção, no Sumaré, na Zona Norte do Rio, em carro fechado, por causa do frio, e foi para a Base Aérea do Galeão, na Ilha do Governador. De lá, segue de avião até São José dos Campos, em São Paulo. Depois embarca em um helicóptero até Aparecida. Ao chegar ao santuário, ele vai de papamóvel para Basílica de Nossa Senhora, com chegada prevista para as 10h.

A volta está programada para as 16h. De acordo com a programação, às 18h30, o papa tem agenda no Rio de Janeiro. Ele vai visitar o Hospital de São Francisco de Assis da Providência de Deus, na Tijuca, na Zona Norte da cidade, como informa o Bom Dia Rio.

Na terça-feira (23), na Residência Assunção, onde o papa está hospedado, o dia era para ser de descanso. Mas o Papa Francisco teve muitas atividades. Ele rezou sua primeira missa em solo brasileiro e depois recebeu os bispos latino-americanos, que serão cerca de mil na Jornada Mundial da Juventude.



O santo padre também aproveitou para aperfeiçoar os próximos discursos que fará durante sua estadia no Rio de Janeiro.

Melodia de sinos irá recepcionar o Papa Francisco no Santuário Nacional

Os fiéis que forem a Aparecida nesta quarta-feira (24) para acompanhar a missa do Papa Francisco serão avisados por uma melodia de sinos da chegada do pontífice argentino ao Santuário Nacional. O toque de sinos tem cerca de quatro minutos e será acionado via celular assim que o Papa Francisco pousar de helicóptero na cidade.


Papa segue para a Basílica de Nossa Senhora em Aparecida nesta quarta

A programação foi feita por Manoel Cosme dos Santos, de 50 anos, a pedido do Santuário Nacional. ?É um toque especial que preparamos para a chegada do Papa Francisco. Todos os sinos da basílica são automatizados e isso permite que seja acionado por celular. Ele pode ser tocado por completo, interrompido ou até mesmo repetido?, explicou.



Para a visita do Papa Francisco, a manutenção dos relógios e a programação nos sinos foram feitas no último dia 15 de julho. ?É trabalhoso. Vai por dentro da torre, sobe escada, andaime, anda agachado, tem que ser malabarista para fazer esse serviço. Fico lisonjeado por saber que o Papa vai usar do meu serviço e também por mostrar o quão importante é a profissão de sineiro, que ninguém se ligou em preservar?.

Manoel dos Sinos, como é conhecido, vive da profissão de sineiro no Rio de Janeiroe é responsável há cerca de 15 anos pela manutenção dos sinos e relógios do Santuário Nacional e da Basílica Velha. Segundo ele, o trabalho é feito mensalmente.

?É um trabalho complexo. Tem que fazer a manutenção com tudo ligado. Você não pode parar o relógio porque ele fica à mostra, é tudo ao vivo. É um serviço que além de ser difícil, tem que redobrar a atenção?, disse ele.

Melodia de sinos irá recepcionar o Papa Francisco no Santuário Nacional

Toque será acionado via celular assim que o pontífice chegar ao local.

Sineiro confeccionou dois sinos de sacristia para serem usados na visita.

Preparação

Uma força-tarefa que envolve mais de 2.320 funcionários e voluntários prepara o Santuário Nacional para receber o Papa Francisco nesta quarta-feira (24). Como a entrada à missa do Papa Francisco será restrita a 12 mil fiéis, bolsões foram montados no pátio da basílica para acomodar os fiéis que irão acompanhar a celebração por meio de quatro telões. Os romeiros poderão assistir a missa acomodados em cadeiras plásticas. A entrada na basílica acontecerá a partir das 5h30 de quarta-feira (24) por três entradas (portais leste, oeste e norte). Os fiéis que acompanharão a missa serão selecionados por ordem de chegada. Todos passarão por detectores de metais.

Fiéis aguardam a chegada do Papa Francisco debaixo de chuva em Aparecida.


Papa segue para a Basílica de Nossa Senhora em Aparecida nesta quarta

Fonte: G1