Para advogados de Isis Valverde, suposto vídeo íntimo é apenas blefe de paparazzo

Para advogados de Isis Valverde, suposto vídeo íntimo é apenas blefe de paparazzo

"Achamos que tudo foi um grande blefe, pois as imagens ainda não foram localizadas", disse.

Duas das três pessoas envolvidas na produção e divulgação do vídeo com imagens íntimas da atriz Isis Valverde e seu namorado já foram identificadas. De acordo com o advogado de Isis, Ricardo Brajterman, o vizinho da atriz, que teria cedido o apartamento ao paparazzo para que os registros fossem feitos, e a pessoa que tentou negociar as imagens com veículos de comunicação serão convocadas a depor em breve. O paparazzo ainda não foi identificado.

?Achamos que tudo foi um grande blefe, pois as imagens ainda não foram localizadas. Mas, se o vídeo existir, temos esses três responsáveis: o sujeito que emprestou a casa, facilitando a ação e participando do crime, o paparazzo, que foi quem captou as imagens, e a pessoa que negociou o material?, esclarece Brajterman. Ele explica que os envolvidos responderiam, no mínimo, a quatro processos.

?Eles teriam cometido os crimes de ameaça, chantagem, perturbação de sossego e invasão de domicílio, pois não teriam direito de fazer qualquer tipo de imagem da casa de Isis, mesmo que a janela estivesse aberta?, explica. Ainda segundo Brajterman, a atriz está mais calma com toda a situação. ?Ela está mais tranquila depois que as autoridades assumiram o caso. A Isis não acredita que o vídeo e as fotos existam, mas é uma chateação para ela, que está cheia de trabalhos e não deve se preocupar com esse tipo de coisa?, resume ele.

Fonte: O Dia Online