Para não morrer do coração, mulher toma remédios e fica 12 anos sem sentir emoções

Para não morrer do coração, mulher toma remédios e fica 12 anos sem sentir emoções

- Eu não passo pelos altos e baixos de uma pessoa normal há 12 anos, diz ela.


Para não morrer do coração, mulher toma remédios e fica 12 anos sem sentir emoções

Muitas pessoas, em determinados momentos da vida, gostariam de deixar de amar, de ficar triste, depressivo. Liz Jackson até que conseguiu esse feito, durante 12 anos, e não gostou nada essa falta de sensações. Diagnosticada com uma doença no coração, ele teve que tomar remédios para não ter um ataque que a pudesse levar a morte. Foram eles que tiraram as emoções de Liz.

- Quando minha mãe morreu eu até fiquei triste, mas senti como se conseguisse manter mais o controle do que as pessoas a minha volta. O mesmo aconteceu quando a minha neta nasceu. Eu senti um pouco de alegria, mas não foi para mim um momento mágico, de adrenalina, como geralmente acontece nesses casos - explicou Liz ao jornal ?The Sun?.

Apesar das reações, os médicos tinham medo de que uma forte arritma pudesse causar um ataque cardíaco fatal a qualquer momento.

- Eu não passo pelos altos e baixos de uma pessoa normal há 12 anos. Eu viajei para lugares fantásticos, com Nova Zelândia e África, mas não senti a mesma emoção - lembrou Liz.

Só que depois de um tempo, os remédios pararam de fazer efeito. Foi quando os médicos suspenderam a medicação e recomendaram uma cirurgia, que depois de feita deu nova vida a ela.

- Estou muito contente de ser capaz de gostar de ver a minha neta do jeito que deveria sentir. É muito bom sentir emoção quando ela sorri.

Fonte: Extra, extra.globo.com