Paraíba registra a segunda morte pela nova gripe

O Rio Grande do Sul registrou mais 11 mortes causadas pela nova gripe

Um professor de inglês, de 35 anos, morreu neste sábado (8) em decorrência da nova gripe, em João Pessoa. Ele estava internado na Unidade no Hospital Unimed desde domingo (2). Este é o segundo caso de morte pelo vírus Influenza A (H1N1) na Paraíba. O sepultamento será feito no Cemitério Senhor da Boa Esperança, em João Pessoa, às 16h deste domingo (9).

O Rio Grande do Sul registrou mais 11 mortes causadas pela nova gripe. O anúncio foi feito na tarde deste sábado (8), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Com a morte do professor, o Nordeste soma 4 casos, sendo um na Bahia, dois na Paraíba e um em Pernambuco.

Segundo a SES, até sexta-feira (7), 44 casos tinham sido notificados, sendo que dez foram confirmados (uma morte), 21 descartados e 13 em investigação na Paraíba. Os dados não incluem a morte do professor. Ainda de acordo com a secretaria, este seria o primeiro caso autóctone no estado.

Segundo Thayse Dias, 32 anos, amiga do professor, o primeiro sintoma apresentado por ele foi tosse, em 28 de julho. "Depois disso, ele só teve dois picos de febre de 38,5 graus. A situação dele só piorou no domingo (2), quando passou a sentir falta de ar intensa. Ele procurou o hospital e já ficou internado".

Thayse não sabe informar se o amigo recebeu o medicamento Tamiflu durante a internação. "O exame da confirmação de que estava com a nova gripe ficou pronto na quinta-feira (6). Ele não viajou e não teve contato com pessoas infectadas. Não sabemos como ele pegou essa gripe. Nem mesmo os sintomas iniciais que ele tinha estão dentro do protocolo do Ministério da Saúde."

A Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba informou que a investigação médica sobre a morte do professor tem registro de que ele viajou para um passeio em uma caverna na região. Exames foram feitos na tentativa de encontrar indícios da existência de fungos no organismo da vítima, o que poderia ter colaborado para o diagnóstico da nova gripe.

Primeiro caso

Um estudante de enfermagem, de 31 anos, morreu em decorrência da nova gripe em João Pessoa, em 28 de julho, segundo informações da Secretaria de Saúde da Paraíba. Ele estava internado no Hospital Universitário (HU) de João Pessoa e apresentava problemas respiratórios. A vítima estudava em uma universidade particular.

Este foi o primeiro caso de morte no Nordeste do país. Ainda de acordo com a secretaria, ele teria participado de um congresso nacional de estudantes, entre 15

Fonte: g1, www.g1.com.br