Parentes de passageiros aguardam notícias de avião que desapareceu na Indonésia

Durante o voo, o piloto chegou a solicitar à torre de controle uma mudança de rumo devido ao mau tempo.

O voo QZ-8501 da AirAsia com 155 passageiros e sete tripulantes a bordo desapareceu dos radares dos controladores de voo na manhã deste domingo (28), por volta das 6h (horário local). A aeronave decolou da Indonésia com destino a Cingapura, informou a CNN. Entre os passageiros há seis menores e um bebê de poucos meses. Parentes dos passageiros já se dirigiram para o aeroporto de Juanda, Surabaya, Indonésia, onde aguardam notícias

Os familiares estão em uma área de espera no Aeroporto Internacional de Juanda, Surabaya. Estavam a bordo: 156 indonésios, três coreanos, um malaio, um cingapuriano e um francês.  Durante o voo, o piloto chegou a solicitar à torre de controle uma mudança de rumo devido ao mau tempo. Um porta-voz do ministério disse que o piloto do Airbus 320-200, que voava cerca de 32 mil pés de altura (9,76 quilômetros), pediu permissão para subir até os 38 mil (11,59 quilômetros). A solicitação foi atendida.

Um Boeing 737 da Força Aérea da Indonésia, seis navios e três helicópteros participam da operação de busca e resgate do avião da AirAsia. A zona de rastreamento se centra na ilha de Belitung e nas águas de seu entorno. Segundo  o porta-voz da Força Aérea, Hadi Tjahjanto, o primeiro passo é supervisionar a região.

—  Se encontramos um objeto então contactaremos a Agência Nacional de Busca e Resgate [que fornece as embarcações e helicópteros]. Suspeitamos que o avião desaparecido possa estar nessas águas.

Uma lista dos passageiros do voo QZ-8501 da AirAsia foi colocada no aeroporto de Juanda, Surabaya, Indonésia. Cingapura também pôs à disposição da Indonésia aviões e pessoal para ajudar na operação de busca e resgate




Clique aqui e curta o Portal Meio no Facebook

Fonte: R7