Parque Dirceu Arcoverde passa por reforma para 65ª Expoapi

Cerca de 100 mil pessoas devem transitar nos oito dias de evento

Integrantes da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR) e da Coordenadoria Estadual de Comunicação (CCom) visitaram na manhã desta quarta-feira (2) o Parque de Exposições Dirceu Arcoverde, onde será realizada a 65ª Expoapi entre os dias 6 e 13 de dezembro. A visita teve como objetivo acompanhar as ações de recuperação do parque, bem como concluir o planejamento de comunicação visual para o evento a fim de receber da melhor forma possível os visitantes e empresários do ramo agropecuário.

De acordo com o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Francisco Limma, a expectativa é de que esta edição da Expoapi seja a maior dos últimos 15 anos. “O destaque vai para o volume de negócios que deve ser de R$ 13 milhões, cinco milhões a mais que no ano anterior. Estamos concluindo os últimos detalhes na estrutura da feira, mas já há uma grande movimentação no local, inclusive com a presença de expositores com animais”, informou.

No próximo domingo (6) acontece, às 8h, uma tradicional cavalgada pelo parque. No dia seguinte, será realizada a abertura oficial do evento com a entrega da Medalha do Mérito Agropecuário, às 18h 30, com a presença do governador Welington Dias. Serão 20 homenageados, entre produtores, instituições e empresários ligados a este setor. 

A programação da Expoapi conta com torneio leiteiro, julgamento de animais, vaquejada, feira agropecuária, palestras, cursos e shows artísticos com entrada gratuita. Ao todo,16 estados brasileiros estarão expondo seus animais neste evento. Serão três mil ovinos e caprinos, 800 bovinos e 700 equinos. A feira também vai contar com 400 expositores, gerando 1.500 empregos indiretos.

O evento é realizado pela Associação Piauiense de Zebu (APCZ), com apoio do Governo do Estado do Piauí e SDR, e parceria com Sebrae, Senai, Emater e Codevasf.


Leilões
O Governo do Estado está reformando o tatersal (local onde acontecem os leilões), instalando centrais de refrigeração, pintando e colocando placas de identificação para melhorar a realização dos leiões. Este ano, quantidade de leilões dobrou em relação à última edição. Cerca de 3.000 mil animais serão comercializados. A expectativa é de que os leilões movimentem R$ 8 milhões; três milhões a mais que em 2014.

A novidade é que os todos os leilões serão transmitidos ao vivo pela TV Terra Viva. 

Fonte: Com informações do Portal do Governo