Passageira tem parada cardíaca depois de avião decolar e morre

Passageira tem parada cardíaca depois de avião decolar e morre

Segundo o Corpo de Bombeiros, que atendeu a ocorrência, Ana Paula Costa Nascimento sofreu uma parada cardíaca.

Uma passageira de 35 anos morreu após passar mal durante um voo comercial que saiu de Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá, com destino à capital, na tarde desta quarta-feira (9). Segundo o Corpo de Bombeiros, que atendeu a ocorrência, Ana Paula Costa Nascimento sofreu uma parada cardíaca. Após ela se sentir mal, o piloto do avião retornou para Alta Floresta.

"Em questão de minutos, o avião estava no chão novamente. Quando o comandante viu o problema, já acionou uma equipe nossa [do Corpo de Bombeiros] e, quando o avião pousou, tinha um médico e uma enfermeira", disse o cabo André Júnior Maziero, do Corpo de Bombeiros. Ele disse que, antes de ser levada para o hospital, um médico e uma enfermeira fizeram os primeiros procedimentos na tentativa de reanimar a passageira, mas não obtiveram êxito. "O médico ainda tentou entubá-la dentro do avião", contou.

A passageira foi levada para o Hospital Regional de Alta Floresta. Ao chegar, os médicos constaram que ela já havia morrido. No voo, Ana Paula estava acompanhada da mãe, do marido e do filho e seguia para Goiânia, onde pretendia fazer tratamento de saúde, porém, não resistiu.

Getúlio Costa, primo de Ana Paula, disse ao G1 que há duas semanas a prima vinha reclamando de dores. Fez um exame que detectou um mioma no útero. "Depois ela fez outro exame e descobriu que outros órgãos já tinham sido afetados. O médico falou que o caso não poderia ser resolvido no interior. Então decidimos levá-la para Goiânia", contou. Getúlio afirmou que a prima morava em Alta Floresta havia oito meses, mas que toda a vida residiu com a família em Barra do Garças, a 516 km da capital.

Ele explicou que o médico aconselhou a jovem a não ir de carro para Goiânia por conta do estado de saúde. "Cinco minutos depois que o avião decolou, ela sofreu uma parada cardíaca. Nós estamos consternados com a morte dela. Era uma pessoa alegre, cheia de vida", lamentou.

O corpo da passageira está sendo levado em um voo fretado para Barra do Garças. A previsão é que chegue por volta das 11h [horário de Mato Grosso]. O velório será na casa da família, no Centro da cidade. O sepultamento também deve ser feito no cemitério do município.

Fonte: G1