Passageiro reclama que piloto é mulher e é retirado de avião

A companhia ainda ressaltou, que possui cerca de 1,5 mil mulheres em seu quadro de funcionários

Um passageiro teve que se retirar de um voo da Trip Linhas Aéras, na última sexta-feira (18), antes de a aeronave partir do Aeroporto de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, por causa de comentários preconceituosos. A assessoria de imprensa da companhia confirmou, nesta terça-feira (22), que o homem se alterou após saber que o avião, que seguia para Goiânia, seria pilotado por uma mulher.

Em nota, a empresa aérea informou que, após o tumulto, a comandante do voo 5348 convidou o passageiro a se retirar da aeronave. Segundo a Trip Linhas Aéreas, a Polícia Federal (PF) escoltou o homem até as dependências do aeroporto, e o restante dos passageiros seguiu viagem.

A companhia ainda ressaltou, que possui cerca de 1,5 mil mulheres em seu quadro de funcionários, e que não tolera atitudes ou comentários preconceituosos

Fonte: G1