Pastor diz que homens heteros que se masturbam são gays

Para o pastor, a punheta masculina é uma forma de homossexualidade por não haver contato com mulher


Não é novidade pra ninguém que muitos religiosos distorcem a palavra de Deus e fazem adaptações bizarras dos ensinamentos bíblicos. É o caso do pastor americano Mark Driscoll, líder de uma igreja de Seattle, no estado de Washington (EUA).

Mark é autor de um livro chamado “Porn-Again Christian”, que é apresentado como um “debate franco para os homens de Deus sobre a pornografia e masturbação”, onde ele expõe argumentos “práticos e teológicos” para que o cristão evite a masturbação

Para o pastor, a punheta masculina é uma forma de homossexualidade por não haver contato com mulher. “Principalmente quando o masturbador olha para um espelho, excitando-se com o seu próprio corpo”, diz trecho da publicação.

No entanto, ainda de acordo com seu julgamento, a prática deixa de ser condenável caso o companheiro se masturbe na frente de sua esposa. Aliás, ela pode ficar só olhando, se quiser.

No caso de viagens, ou em momentos em que a mulher esteja ausente, a dica é se masturbar olhando para uma foto dela. Isso faz com que o cara "deixe" de ser viado. Mas não pense em usar a foto de outra pessoa, porque o pecado da traição será aplicado imediatamente.

Fonte: superpride