Pedreiros encontram fortuna de R$ 1,7 mi durante uma reforma

Pedreiros encontram fortuna de R$ 1,7 mi durante uma reforma

Como as moedas dos EUA chegaram ao sótão do prédio francês ninguém sabe

Os pedreiros que reformavam um antigo prédio na aldeia rural de Les Riceys, na região da província francesa de Champagne, foram surpreendidos (literalmente!) com uma chuva de moedas de ouro.

O grupo reformava o teto da propriedade, quando se deparou com 497 moedas com valor nominal de US$ 20 cada escondidas no sótão.

Estima-se que elas foram cunhadas entre 1851 e 1928. O tesouro equivale a 17 quilos de ouro, uma fortuna de cerca de US$ 980 mil (ou R$ 1,7 milhão).

O edifício é, na verdade, uma instalação usada na secagem da uva, usada na produção de bebidas do produtor François Lange, diretor da empresa Alexandre Bonnet Champagne.

Ao Mail Online, Lange disse: ?Um dos trabalhadores estava batendo no teto do edifício com um pé de cabra, quando as moedas de ouro começaram a chover sobre ele, seguidas por sacos de ouro.? Segundo o empresário, ele ficará com metade do dinheiro e a outra metade vai para os trabalhadores.

Como as moedas dos EUA chegaram ao sótão do prédio francês ninguém sabe. Uma pista pode ser o fato de que o edifício pertenceu no passado a um produtor de vinhos que negociava com a Grã-Bretanha e os EUA na década de 1930. Talvez Lange produza agora uma safra especial em sua honra.





Fonte: Época