Pedro passou por processo de ressuscitação, mas estado de saúde ainda continua grave

Pedro passou por processo de ressuscitação, mas estado de saúde ainda continua grave

Ele mexeu o braço de forma coordenada, o que indica que o cérebro dele funciona de maneira adequada

O estado de saúde do cantor Pedro Leonardo Dantas da Costa, 24 anos, segue estável desde o fim da hemodiálise realizada nesta quarta-feira (25), informou nesta quinta-feira (26) Wandervan Azevedo, chefe da UTI e diretor técnico do IOG (Instituto Ortopédico de Goiânia). O médico, no entanto, não recomenda a transferência para São Paulo já que os pulmões do paciente ainda não funcionam adequadamente. Uma equipe do hospital paulistano Sírio-Libanês deve chegar ao hospital de Goiânia às 10h desta quinta para uma nova avaliação. "O Sírio e a família vão decidir se ele tem condições de viajar".

Wandervan ainda explicou que Pedro ainda requer muitos cuidados pois chegou ao IOG em estado gravíssimo. "O tempo que ele passou aqui foi um processo de ressuscitação, pois chegou aqui praticamente com falência de órgãos". O médico disse ainda que o processo de melhora deve começar agora, mas é preciso muita cautela. "O paciente com duas intercorrências já passou por quase tudo: duas hemodiálises e uma parada cardíaca. Estamos cuidando do sistema pulmonar para que ele possa viajar".

Mesmo sem a confirmação da viagem, a dosagem da sedação já foi aumentada para que Pedro fique mais tranquilo durante o voo e não sinta tanto a pressurização.

Wandervan explicou que o estado de sáude de Pedro ainda é grave, mas com melhora, e confirmou a reação positiva do paciente após a sessão de hemodiálise desta quarta. Com a dosagem de sedação mais baixa, o cantor levantou o braço, apertou a mão do primo Thiago e se emocionou. Em entrevista na porta do hospital na noite desta quarta-feira, Thiago, que faz dupla com Pedro, comentou a reação do primo enquanto conversava com ele na UTI, no começo da noite, e também que ele teria tido outra reação. "Falei da filhinha [Maria Sophia], e nessa hora brotou um lágrima no olho dele. Qualquer estímulo a gente fica muito feliz".

A assessoria da família contou que a movimentação do braço também alegrou a todos. "Ele mexeu o braço de forma coordenada, o que indica que o cérebro dele funciona de maneira adequada", explicou Ede Cury, assessora dos cantores sobre o relato dos médicos, que não falaram com a imprensa.

A mulher de Pedro, Thaís Gebelein, chegou ao hospital por volta de 19h ao lado de Thiago. "Eu vou vê-lo agora, ainda não entrei, acabei de chegar, e de novo eu venho aqui pedir muita fé a todos". A família disse que está pronta para seguir para São Paulo.

Fonte: UOL