Penitenciária de Floriano realiza operação contra Aedes aegypti

A ação conta com a participação dos próprios detentos do presídio

Dando continuidade às ações da Secretaria de Justiça do Piauí para combater o Aedes aegypti, a Penitenciária de Floriano está realizando a operação Zika Zero, para eliminar os focos do mosquito transmissor do zika vírus e também de doenças como a dengue e a febre chikungunya.

Image title

A ação conta com a participação dos próprios detentos do presídio, que, com auxílio dos agentes penitenciários, limpam o terreno interno da unidade prisional, eliminando os possíveis focos com potencial de proliferação das lavas do Aedes aegypti.

A Secretaria de Justiça do Piauí, por meio da Coordenadoria de Saúde Prisional, vem desenvolvendo o trabalho de combate ao mosquito nas unidades prisionais, principalmente durante o período chuvoso. Uma das penitenciárias que também recebeu a ação foi a Irmão Guido, em Teresina.

A ação é realizada em conjunto com a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde e as secretarias municipais de Saúde onde ficam as penitenciárias do Estado. O secretário de Justiça, Daniel Oliveira Valente, reforça que o combate ao Aedes aegypti precisa envolver todos.

"O empenho de todos é fundamental para eliminar esse mal e estamos envolvidos com essa campanha também na Secretaria de Justiça, incluindo as unidades prisionais. Com isso, ajudamos o Governo do Estado, o Governo Federal e toda a população na luta contra o mosquito", afirma o gestor.

Fonte: Com informações do Portal do Governo