Piauí Digital vai facilitar a abertura de empresas no estado

O governo está fazendo uma análise das cidades que serão alcançadas

Para dar maior celeridade ao projeto Piauí Digital, programa da Junta Comercial do Piauí que visa agilizar o processo de abertura de empresas no estado, o governador Wellington Dias se reuniu com a diretora da Junta Comercial do Piauí, Alzenir Porto; com o secretário de Estado da Administração, Franzé Silva; e com o diretor-presidente da Agência de Tecnologia do Piauí (ATI), Avelino Medeiros, com o objetivo de discutir a simplificação de registros e a legalização de Empresas e Negócios (Redesin).

“Estamos fazendo a descentralização, como está em nosso programa de governo, dos serviços do Estado, da Junta Comercial, dos bombeiros, serviços na área ambiental, da Fazenda, do Detran, da Vigilância Sanitária, ou seja, queremos fazer de forma moderna e descentralizada, integrando todos os serviços à Redesin, a rede que é um sistema integrado de serviços. Estamos autorizando a chegar ainda esse ano a 40 municípios do estado, cidades polos que, em cada região, já passam a contar com esses modernos serviços”, afirma o governador.

De acordo com  Alzenir Porto, o governo está fazendo uma análise das cidades que serão alcançados pelo Piauí Digital. “Tratamos sobre a modernização e implantação do projeto Piauí Digital, que já está em fase de teste, esperando apenas o lançamento. Os municípios receberão o sistema, que é online, de forma célere e estamos vendo as principais cidades em termos da quantidade de empresas para que possamos dar uma maior celeridade e segurança ao nosso empresariado”, explicou a presidente.

A partir desta segunda-feira (28), será obrigatório o uso do Piauí Digital para a abertura de empresas na Junta Comercial do Estado do Piauí (Jucepi). Desse modo, os atos de inscrição, contrato, ato de constitutivo, ata de cooperativa e ata de sociedade anônima (S/A) deverão ser iniciados pelo sistema de forma rápida, prática e segura.

Mais informações: http://www.jucepi.pi.gov.br/noticia.php?id=163 

Fonte: Com informações do Portal do Governo