Piauí é o 3º estado com maior número de mortes por AVC

2.131 pessoas morreram vítimas de Acidente Vascular Cerebral. Em Teresina, foram notificadas 856 mortes.

No Piauí, 2.131 pessoas morreram vítimas de Acidente Vascular Cerebral. O dado torna nosso Estado o terceiro com maior número de óbitos causados por derrame, como é popularmente conhecido o AVC. Em Teresina, foram notificadas 856 mortes.

No Brasil, a taxa de mortalidade específica é de 50 óbitos para cada 100 mil habitantes. Anualmente, 90 mil pessoas morrem de AVC no país. Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde são de 2007 e mostram que somente o Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul tiveram mais registros que o Piauí.

O derrame é causado pela má circulação de sangue no cérebro. No AVC isquêmico, os neurônios deixam de ser irrigados devido um entupimento da artéria, enquanto no AVC hemorrágico acontece um rompimento. Esse caso é considerado mais grave.

A enfermeira do setor de AVC do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), Cristiane Rocha, alerta para os fatores de risco, que podem ser modificáveis ou não. Os primeiros dependem do estilo de vida que a pessoa leva. ?Hábito de fumar, bebida alcoólica, doença cardíaca, sedentarismo, hipertensão, diabetes e colesterol não controlados são fatores modificáveis?, afirma Cristiane Rocha.

Ela acrescenta ainda que pessoas negras e os homens possuem maior pré-disposição para terem derrame. ?Influencia também a hereditariedade. Esses são considerados riscos não-modificáveis?, explica a enfermeira.

Fonte: Nayara Felizardo