Piauí é o segundo estado em número de mortes por AVC

Em 20011, quando foram registrados 2.200 mortes no Estado, representando um percentual de 12% dos óbitos do Piauí

O Acidente Vascular Cerebral é uma das doenças que mais mata no mundo e no Piauí não é diferente. Os últimos dados divulgados pelo Data SUS mostram que o Estado ocupa o segundo lugar no ranking do país, como o que mais registra mortes por esse problema, em termos proporcionais.

Os dados são do ano de 2011, quando foram registrados 2.200 mortes no Estado, representando um percentual de 12% dos óbitos do Piauí. Em todo o Brasil, a doença é responsável por 100 mil mortes por ano, chegando à preocupante marca de uma morte a cada cinco minutos. “Essa é uma doença catastrófica, que ainda é negligenciada pelo poder público, pela sociedade e pelos médicos. Os prejuízos dela são sociais, econômicos e para as pessoas”, disse o neurocirurgião e presidente voluntário da Associação Reabilitar, Benjamin Pessoa Vale, que participou de ação do projeto Pense Bem AVC, realizado no Shopping da Cidade, na última terça-feira (28).

A ação faz parte do conjunto de ações realizadas pelo projeto, durante a Semana de Combate ao Acidente Vascular Cerebral (AVC), em alusão ao Dia Mundial de Combate ao AVC, que é comemorado hoje (29).

Para prevenir a doença, o neurocirurgião alerta para a necessidade de conhecer e controlar os fatores de risco. Complicação de doenças sistêmicas, como diabetes, colesterol, hipertensão, depressão, obesidade, dentre outras estão entre os principais motivos para que se seja vítima da doença. Além disso, o sedentarismo, a obesidade, o fumo e excesso de álcool também contribuem para o aumento do risco de AVC.

Repórter: Pollyana Carvalho

Clique aqui e curta Portal Meio Norte no facebook

Fonte: Pollyana Carvalho