Piauí é um dos estados com política públicas mais avançados para pessoas com deficiência

No entanto, ainda há desafios a serem vencidos pelos gestores que atuam nessa área

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTE SÁBADO (26) DO JORNAL MEIO NORTE

O Piauí é um dos estados brasileiros que apresenta as políticas públicas mais avançadas na área da defesa de pessoas com deficiência. No entanto, ainda há desafios a serem vencidos pelos gestores que atuam nessa área. Em visita a Teresina, na última sexta-feira (25), o secretário Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Antônio José Ferreira, apontou como as necessidades mais urgentes o acesso de todos aos serviços de reabilitação e ainda a acessibilidade nas escolas de todo o Piauí.

O secretário reconhece o trabalho que já vem sendo realizado no Piauí e dá como uma das explicações para o avanço, o fato de o Estado ser um dos poucos que possui uma secretaria estadual voltada para a defesa dos direitos da pessoa com deficiência. ?O Piauí é um dos mais articulados na criação e implantação de políticas públicas voltadas para essa parcela da população, mas precisa avançar em alguns pontos. Um deles é no acesso dessas pessoas aos serviços de reabilitação, ele existe, mas ainda não atende à demanda. Precisa também melhorar o acesso a prótese e órtese e ainda a acessibilidade da pessoa com deficiência nas escolas?, disse.

Na sua passagem por Teresina, ele visitou o Centro Dia de Referência de Teresina para a Pessoa com Deficiência e a Central de Interpretação de Libras, ambos recentemente inaugurados para a prestação de assistência às pessoas com deficiência. Depois disso, ele ministrou uma palestra sobre o Viver sem Limite - Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, na sede do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência. ?Essa palestra foi para nós discutirmos onde estávamos, onde já chegamos e para onde queremos ir?, afirmou.

Fonte: Pollyana Carvalho