Piauí ganhará banco privado de células-tronco

No Piauí, a supervisão técnica e científica ficará a cargo da farmacêutica-bioquímica Débora Alencar

Usadas há mais de 20 anos para tratar mais de 40 tipos de doenças humanas, as células-tronco adultas, encontradas no sangue do cordão umbilical, começaram a ser mais utilizadas nos últimos cinco anos, graças aos avanços da medicina.

O Piauí ganhará o seu banco privado de células-troco na próxima quinta-feira(04).O banco de células-tronco privado tem como principal vantagem o fato de que a família do bebê que coletou o sangue do cordão umbilical terá a garantia que aquele material ficará armazenado para posterior uso do bebê no futuro, se houver necessidade.

A inauguração da unidade piauiense do Banco de Cordão Umbilical (BCU) terá a presença da doutora em Biologia Molecular Lílian Piñeiro Eça, assessora científica do BCU e presidente do Instituto de Pesquisa de Células-Tronco (IPCTRON), de São Paulo. No Piauí, a supervisão técnica e científica ficará a cargo da farmacêutica-bioquímica Débora Alencar.

Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com